CRH

Tratamentos

Inseminação artificial

Os casais que se beneficiam desta técnica são os que apresentam alterações no muco cervical, infertilidade inexplicada e alterações leves no esperma.
Para realizar a inseminação é necessário que a mulher possua pelo menos uma trompa saudável.
Habitualmente, a mulher utiliza medicamentos para que se obtenha um maior número de óvulos. A ovulação é controlada através de exames de ultrassom para que se possa determinar o momento preciso para a realização do procedimento.
Após um processo de melhoramento, os espermatozoides são colocados nas trompas, local onde normalmente ocorre a fecundação.

Capacitação do sêmen em homens HIV positivos

É possível utilizar a técnica que permite purificar o sêmen e, com a ajuda da fertilização in vitro, garantir uma gravidez sem riscos em um casal discordante (no qual o marido possui o HIV, mas a mulher não).
No laboratório, é retirado o líquido seminal junto com outras células, como os leucócitos, onde o vírus se hospeda.
Após a purificação do sêmen, este será enviado a um outro laboratório para verificar se o HIV foi realmente eliminado.
Após a constatação de que o vírus foi eliminado, se os espermatozoides forem de boa qualidade é possível fazer uma inseminação artificial homóloga.
Caso a qualidade dos espermatozóides não seja adequada, é possível utilizar a técnica de Super-ICSI.
É necessário um botijão especial para o armazenamento do esperma preparado e capacitado.

Fertilização in vitro

A coleta dos óvulos é feita através de uma punção via vaginal guiada pelo ultrassom, sendo necessária, para maior conforto da paciente, uma sedação. Ainda assim, a mulher permanece apenas algumas horas na clínica.
Os óvulos coletados são colocados num meio adequado, juntamente com os espermatozoides, numa incubadora e dois dias depois são transferidos para o útero da paciente com uma cânula especial.

ICSI

Através de microscópios especiais e micromanipuladores, um único espermatozoide é injetado dentro de um óvulo através de uma agulha cerca de sete vezes mais fina do que um fio de cabelo.
Esta técnica é usada não apenas para aqueles homens com baixo número ou qualidade dos espermatozoides, mas também para aqueles que não possuem nenhum espermatozoide no sêmen.
Nestes casos, o espermatozoide é recuperado do epidídimo (um canal logo após a saída do testículo) ou mesmo do testículo através de uma biópsia.
Na micromanipulação, o processo de estimulação da ovulação e captação dos óvulos é feito de maneira semelhante ao da fertilização "in vitro”.

Super-ICSI

Com o objetivo de melhorar as taxas de gravidez, o Centro de Reprodução Humana Prof. Franco Junior utiliza apenas espermatozóides morfologicamente selecionados.
Nesta técnica, um microscópio equipado com um sistema de lentes de alto poder de resolução permite amplificar a imagem dos espermatozoides em 15.250 vezes, tornando possível avaliar com precisão as características do núcleo, da peça intermediária e da cauda dessas células. Desse modo, o Super-ICSI seleciona os espermatozóides com morfologia perfeita, acarretando um aumento nas taxas de gestação e uma diminuição no número de abortos.
O Super-ICSI já solucionou casos difíceis de infertilidade, onde os pacientes tinham passado por várias tentativas frustradas de FIV/ICSI.

Saiba mais

OCTAX ICSI Guard

Consiste na injeção de um espermatozóide dentro do citoplasma do oócito com o auxílio de um sistema computadorizado que permite visualizar por birefrigência o interior do óvulo no momento da realização da ICSI.
Esta tecnologia envolve um microscópio com luz polarizada e um conjunto de filtros especiais que permitem um contraste de imagem diferenciado. Com este contraste é possível visualizar uma organela específica no óvulo (o fuso meiótico). A visualização do fuso meiótico durante a injeção do espermatozóide dentro do óvulo aumenta a fertilização e consequentemente o número de embriões formados, permitindo a escolha do melhor embrião que será transferido para o útero da paciente.

Laser - Assisted Hatching

De uma forma geral, benefícios com a aplicação do laser sobre a zona pelúcida podem ser evidenciados em pacientes que já fizeram fertilização in vitro sem obter sucesso na fixação do embrião no útero e também para pacientes que apresentam embriões com a zona pelúcida mais espessada que o normal. O método não chega a aumentar as taxas de sucesso da fertilização in vitro, apenas as iguala para mulheres que não tem obtido sucesso com a técnica isolada. A faixa etária da mulher é um fator determinante para que ela seja beneficiada por essa técnica.

Vitrificação

É a mais avançada tecnologia no congelamento de gametas e embriões. Mulheres que desejam adiar a maternidade podem congelar seus óvulos como garantia para o futuro.
A técnica é também indicada às pacientes que precisam de quimioterapia ou radioterapia, uma vez que a fertilidade dessas mulheres pode ser afetada por esses agentes.
Em 2009, obtivemos a primeira gestação com a vitrificação de óvulos.
Devido ao sucesso da técnica para congelamento de óvulos, a vitrificação está sendo aplicada para congelamento de embriões.
A transferência de embriões criopreservados aumenta a eficácia final de um único ciclo de estimulação ovariana.
No CRH, a taxa de gravidez clínica com embriões congelados excede a 25%.

Doação de óvulos

Este tratamento é destinado às mulheres que apresentam menopausa prematura, perderam os ovários através de cirurgias, possuem doenças hereditárias, apresentaram falhas no processo de fertilização in vitro ou mesmo àquelas que entraram na menopausa em uma época normal, porém desejam uma gravidez.
Nesta técnica, a paciente utiliza hormônios para preparar o útero de forma a receber adequadamente os embriões.
As receptoras recebem óvulos de doadoras anônimas que não são remuneradas por essa doação.

Doação de esperma

Existem homens que não apresentam nenhum espermatozóide no esperma ou mesmo no testículo. Nesta circunstância, o casal poderá optar pelo banco de esperma.
A doação de espermatozoides atende também mulheres que querem ser mães sozinhas, sem parceiro.
Na doação de esperma preserva-se o anonimato do doador.

Enquetes

Qual é o melhor destino
para os embriões congelados?

Participe

Cadastre seu e-mail e
receba as novidades do CRH: