CRH

ICSI - Super-ICSI

Através de microscópios especiais e micromanipuladores, um único espermatozoide é injetado dentro de um óvulo através de uma agulha cerca de sete vezes mais fina do que um fio de cabelo.

Na micromanipulação, o processo de estimulação da ovulação e captação dos óvulos é feito de maneira semelhante ao da fertilização "in vitro”.

Esta técnica é usada não apenas para aqueles homens com baixo número ou qualidade dos espermatozoides, mas também para aqueles que não possuem nenhum espermatozoide no sêmen. Nestes casos, o espermatozoide é recuperado do epidídimo (um canal logo após a saída do testículo) ou mesmo do testículo através de uma biópsia.
Com o objetivo de melhorar as taxas de gravidez, o Centro de Reprodução Humana Prof. Franco Junior utiliza apenas espermatozoides morfologicamente selecionados. Um microscópio equipado com um sistema de lentes de alto poder de resolução permite amplificar a imagem dos espermatozoides em 15.250 vezes, tornando possível avaliar com precisão as características do núcleo, da peça intermediária e da cauda dessas células. Desse modo, a técnica seleciona os espermatozoides com morfologia perfeita, acarretando um aumento nas taxas de gestação e uma diminuição no número de abortos. O Super-ICSI já solucionou casos difíceis de infertilidade, onde os pacientes tinham passado por várias tentativas frustradas de FIV/ICSI.

Enquetes

Qual é o melhor destino
para os embriões congelados?

Participe

Pesquisa
para homens

Avalie seu conhecimento
sobre sua própria fertilidade

Participe

Cadastre seu e-mail e
receba as novidades do CRH: