CRH

Vitrificação

É a mais avançada tecnologia no congelamento de gametas e embriões.

A transferência de embriões criopreservados aumenta muito a eficácia final de um único ciclo de estimulação ovariana. No CRH Prof. Franco Junior, a taxa de gravidez clínica com embriões congelados excede a 25%.

Quando falamos em criopreservação de óvulos, atualmente essa técnica permite que as mulheres façam um estoque de seus óvulos antes de perderem sua função ovariana. Por outro lado, ela também é indicada para as pacientes que precisam de quimioterapia ou radioterapia, uma vez que a fertilidade dessas mulheres pode ser afetada por esses agentes.

São muitos os fatores envolvidos na decisão de adiar a maternidade: a estabilidade profissional, a espera por um relacionamento estável, o desejo de atingir segurança financeira, ou, ainda, a incerteza sobre o desejo de ser mãe. Com o congelamento de óvulos, é possível conservar essas células a temperaturas muito baixas (196º C negativos) com o uso de nitrogênio líquido. Em 2009, nossa equipe conseguiu a primeira gestação através dessa técnica. Para sua realização, é necessário que a paciente passe por um processo idêntico ao da fertilização in vitro. Os ovários são estimulados, os óvulos coletados, encaminhados para o laboratório, desidratados e congelados pela vitrificação.

Enquetes

Qual é o melhor destino
para os embriões congelados?

Participe

Pesquisa
para homens

Avalie seu conhecimento
sobre sua própria fertilidade

Participe

Cadastre seu e-mail e
receba as novidades do CRH: